POMBA MODELA DE BENTO GONÇALVES
(Pombus esteticus)

A Pomba Modela é conhecida entre os columbídios como a mais bela de sua espécie. Essa beleza será usada para garantir seu espaço na fauna urbana, sua alimentação, seu transporte e sua comanda na balada: “Achei que era openbar…tudo bem se eu não pagar?”. Muito embora sua plumagem reluzente lhe garanta espaço cativo nos pombais do mundo, esse curioso tipo não poupará esforços para ganhar a atenção do resto da revoada. Seus modos mais comuns para tal é a dança desengonçada de asas abertas, as opiniões rasas e infundadas além, claro, do típico arrulho esganiçado comumente evocado nas diversas línguas que domina. A espécie apresenta costumes de cópula não catalogados, dada sua extensa e nada seletiva lista de parceiros ao longo da vida: “Mas sou adventista, então não trepo nos sábados…kkkkkk”.

Uma verdadeira sobrevivente, a Pomba Modela desenvolve fácil adaptação aos ambientes inseridos: “Antes eu era super PSDB, mas vim morar com uns black blocs…eles abriram minha mente. Hoje eu quero quebrar tudo, mas sem violência, pessoal…”.  No entanto, suas convicções podem variar de acordo com o meio inserido: “o importante é agradar e garantir o CEP em Pinheiros…os garotos do Grindr aqui são melhores que os de Cotia…”.

 Viajada, a Pomba Modela pode ser encontrada em passarelas e festas frequentadas “pelas melhores pessoas” ao redor do mundo, sendo, entretanto, rara em museus, cinemas ou programas que requesitem mais do que seu curto repertório possa suportar. Quando confrontada, a Pomba Modela costuma se defender com arrulhos baixos e bajulações, não sendo raro avistá-la colhendo flores para seus oponentes. Seu comportamento, porém denota um incomum (mas não raro) caso de parasitismo entre as pombas, observado também na espécie Pomba  Bicha Sustentada (Pombus michesius).


Nome: Hudson Heinrich

Idade: 24 (corpo de 23, cara de 20, cabeça de 12)

Peça favorita: “Um sobretudo que adquiri em Milão…ou será que peguei do ex?”

Um medo: encontrar o Sergio Mattos na pista do Yacht

Parte do corpo: o bico

POMBA POSER
(Pombus intimus)

Originária dos arredores da capital, esta espécie infesta portas de boates, a espreita de migalhas e vip’s, sempre aparentando desinteresse e tentando ligar a cobrar pra promoter que ele jura ser amicíssimo, por mais que os seguranças da casa duvidem. Sem sucesso, a Pomba Poser se nega a encarar filas (ou pagar por seus próprios drinks), sendo um dos raros casos de parasitismo entre os columbídios.

Se você é blogueiro, ataca de dj, promoter, faz porta d’Aloca, hostess, maître do Spot ou garçom do Athenas, ela vai se aproximar, jurando eterna lealdade. Mas não se engane:a Pomba Poser é famosa por lancar excrementos em seu hospedeiro, indicando uma relação dúbia entre eles.

Famosa pelas idumentárias com as quais decora sua plumagem, a Pomba Poser encontra nas peças de Jeremy Scott o ápice de seu conhecimento fashionista e não pensa duas vezes em comprometer seu sálario de telemarketing na Telefônica pelos próximos 6 meses em troca de um exclusivo tênis de asas…de 2009.

Nome: Saulo Rodolfo Paiva
Uma banda: Coldplay
Um drink: “Depende…o que você tá bebendo? Rsrsrs”
Um momento: a festa de inauguração do Yacht
Um sonho: ser indicado por um amigo para trabalhar na Vogue RG

POMBA STREET ART
(Pombus montanus)

“Saca só, fiz esse stencil…é um Stormtrooper de maiô de bolinhas…foda, né? É pra minha coleção que eu to preparando…exposição? Não, to fazendo uns adesivos de parede, uns skins pra iPhone…é o que dá grana, né? To preparando uns desenhos também…meu primo vai abrir uma agência de eventos…tive umas ideias…uns darth vader, uns ronald mc donalds, umas paradas assim, anti-capitalismo…vai ficar massa…finalmente minha carreira tá deslanchado, acho que semana que vem consigo quitar o curso de toy art da Escola São Paulo… foi foda”

Nome: Adriano Formoso Rodrigues
Idade: 28
Uma loja: “Grapixo, os melhores marcadores…e super roots”
Um lugar: Beco do Batman
Um sonho: coleção de objetos customizados por ele à venda no Cartel011
Ídolo: “Banksy, claaaaaaro”

ATENDENDO A PEDIDOS!
POMBA DJ ARROBA(Pombus mixtapeus)Insatisfeita com sua fama meramente virtual e os 5 mil seguidores no twitter, a Pomba DJ Arroba baixa o app Djay para seu iPad, o que lhe permite convencer os promoters/amigos do Estúdio Emme que nasceu para fazer as pistas de São Paulo vibrar aos sons do que ouve durante a semana na agência. Entre uma bisbilhotada no Scup e uma proposta de parceria com a Cupcakeria, este formidável columbídio conclui que o sucesso só virá ao atacar de DJ. “No começo até topava começar as festas, tocar no Squat Bar…agora só aceito pista cheia…ou o Volt…” infla o peito e exibe os CDs gravados com as 10 mais da Billboard, Rouge  e “aquela música que a menininha cantou no X-Factor essa semana…amei, meu!”. Questionada sobre seu talento (ou falta de) nas pick-ups, desconversa: “Qualquer um pode tocar… por que não eu? Pelo menos eu divulgo pros meus contatos…o evento no Facebook bomba!” O conhecimento musical também não parece lhe preocupar: “Chemical Brothers..? Nunca ouvi falar…mas consegui uma versão de Call Me Maybe à capella…irado! Serve?”Nome: Deivid CarvalhoIdade: 22Objetivo: Minha própria festa no LabOrgulho: "…meu gosto musical ter parado aos 17 anos…"Artista: “Estou apaixonado pela nova da Azealia, Seapunks tá vindo com tudo!”Um ídolo: Paris Hilton

ATENDENDO A PEDIDOS!

POMBA DJ ARROBA
(Pombus mixtapeus)

Insatisfeita com sua fama meramente virtual e os 5 mil seguidores no twitter, a Pomba DJ Arroba baixa o app Djay para seu iPad, o que lhe permite convencer os promoters/amigos do Estúdio Emme que nasceu para fazer as pistas de São Paulo vibrar aos sons do que ouve durante a semana na agência. Entre uma bisbilhotada no Scup e uma proposta de parceria com a Cupcakeria, este formidável columbídio conclui que o sucesso só virá ao atacar de DJ. “No começo até topava começar as festas, tocar no Squat Bar…agora só aceito pista cheia…ou o Volt…” infla o peito e exibe os CDs gravados com as 10 mais da Billboard, Rouge  e “aquela música que a menininha cantou no X-Factor essa semana…amei, meu!”.

Questionada sobre seu talento (ou falta de) nas pick-ups, desconversa: “Qualquer um pode tocar… por que não eu? Pelo menos eu divulgo pros meus contatos…o evento no Facebook bomba!” O conhecimento musical também não parece lhe preocupar: “Chemical Brothers..? Nunca ouvi falar…mas consegui uma versão de Call Me Maybe à capella…irado! Serve?”

Nome: Deivid Carvalho
Idade: 22
Objetivo: Minha própria festa no Lab
Orgulho: "…meu gosto musical ter parado aos 17 anos…"
Artista: “Estou apaixonado pela nova da Azealia, Seapunks tá vindo com tudo!
Um ídolo: Paris Hilton

POMBA DE VISEIRA DA OSCAR FREIRE(Pombus phynoos)
Acha um absurdo a personal simplesmente forçá-la a estar de pé às 9 da manhã, mas concorda que sair no calor tropical depois das dez sem chapéu compromete o novo tratamento da cútis …. “São sais do mar morto, querida! Você deveria experimentar” diz enquanto ajeita a viseira que combina com o look de jogging recém trazido do outlet da Juicy Couture de Miami ;)Sai caminhando pela Melo Alves e na esquina da Oscar Freire com a Augusta já está meio ofegante mas não para: a personal que o marido Aníbal escolheu prometeu deixar tudo no lugar até o verão e ela não pode fazer feio nas areias de St. Barths. Fala que está escolhendo uma lembrancinha pra sobrinha e se apoia na vitrine da joalheria. Na verdade está retomando o fôlego e sofrendo com o inchaço da noite anterior regada a muito vinho e habanos com as amigas. “Roubei alguns da gaveta secreta do Aníbal… espero que ele não fique zangado HAHAHAHAHA” – lembra e dá risadas altas no bar do Emiliano.
Completa o circuito com os óculos de sol  no estilo máscara da Carrera já meio embaçados e se despede da personal trainer desejando que o destino impeça essa mulher horrorosa de chegar à sua porta na próxima manhã. Na volta lembra que a amiga Loretta vai passar prum chá da tarde na varanda. Melhor abastecer a adega logo cedo.Nome: Maythe  BirkenhauerUm ídolo: Rod StewartNoite inesquecível: Reveillon em Punta com o Keith Richards … rolou de tudo!Um perfume: Opium, usa desde menina.Uma música: Keep it coming, love… keep it coming love … “Não lembro o nome de quem canta, querido, mas me dá vontade de dançar”…

POMBA DE VISEIRA DA OSCAR FREIRE
(Pombus phynoos)

Acha um absurdo a personal simplesmente forçá-la a estar de pé às 9 da manhã, mas concorda que sair no calor tropical depois das dez sem chapéu compromete o novo tratamento da cútis …. “São sais do mar morto, querida! Você deveria experimentar” diz enquanto ajeita a viseira que combina com o look de jogging recém trazido do outlet da Juicy Couture de Miami ;)

Sai caminhando pela Melo Alves e na esquina da Oscar Freire com a Augusta já está meio ofegante mas não para: a personal que o marido Aníbal escolheu prometeu deixar tudo no lugar até o verão e ela não pode fazer feio nas areias de St. Barths. Fala que está escolhendo uma lembrancinha pra sobrinha e se apoia na vitrine da joalheria. Na verdade está retomando o fôlego e sofrendo com o inchaço da noite anterior regada a muito vinho e habanos com as amigas. “Roubei alguns da gaveta secreta do Aníbal… espero que ele não fique zangado HAHAHAHAHA” – lembra e dá risadas altas no bar do Emiliano.

Completa o circuito com os óculos de sol  no estilo máscara da Carrera já meio embaçados e se despede da personal trainer desejando que o destino impeça essa mulher horrorosa de chegar à sua porta na próxima manhã. Na volta lembra que a amiga Loretta vai passar prum chá da tarde na varanda. Melhor abastecer a adega logo cedo.

Nome: Maythe  Birkenhauer
Um ídolo: Rod Stewart
Noite inesquecível: Reveillon em Punta com o Keith Richards … rolou de tudo!
Um perfume: Opium, usa desde menina.
Uma música: Keep it coming, love… keep it coming love … “Não lembro o nome de quem canta, querido, mas me dá vontade de dançar”…

POMBA BLACK FRIDAY
(Pombus Colonizadus)

Tentou convencer os roomates a fazer um almoço de thanksgiving mas não conseguiu emplacar. Teve que se contentar com um sanduíche de peito de peru e uma torta de abóbora feita às pressas de um tutorial que ela viu no Buzzfeed. Acompanha com afinco os jogos da NFL e já quase entendeu todas as regras. “Chupa, Steelers! Na temporada passada torci pro Cardinals, mas eles não mandam tão bem…” Da última viagem, guarda na memória um único sabor: “Magnolia Bakery, de NYC, melhor cupcake, cara!!! Coooooooom certeza…”
Leu Gossip Girl na adolescência, no intervalo das aulas [SPOILER ALERT] "…mas nem anda tão bom,  a Blair pegando o Dan, nada a ver…”
Questionada sobre a Black Friday, confessa: "Saudades de Miami. Fiquei a madrugada toda conectada, tentando aproveitar, mas a NET não ajuda!!! Ai, a internet desse país….uma vergonha, meu. Mas tudo bem, consegui refazer meu estoque de Bumble and bumble. Já tô no lucro, né?”
Enfim, chegou o Natal, como já podemos ver pela fachada do shopping center mais perto de você. “Nossa, cafona essa decoração do Higienópolis. A decoração do Bradesco da Paulista ano passado até que tava legal, mas não se compara ao 30 Rock no Natal, gente.”

Nome: Greice Moreira
Idade: 26 
Uma loja: Duty Free
Um segredo: “Meu contato na Hollister.”
Filme favorito: "Lost in Translation. Meu, meu sonho é ir pra Tóquio!!!!”
Uma dica: "Nunca comprem no Farfetch, gente. Nao vale o hype e eu sempre conheço alguém que ta indo pra Miami…"

POMBA BABADO FORTE(Pombus Alternativus)“Essa molecada não sabe de nada! Vai no Gloria, HotHot…pffff…balada mesmo era sair do Sra. Krawitz as oito da manhã…e eu ainda voltava com o modelón intacto pra casa, na Saúde”. Esta encantadora espécie atravessou diversas gerações e, entre pistas e profissões como hostess, modelo, stylist e dj, é testemunha e sobrevivente do desenvolvimento da fauna paulistana. Encontrado pela primeira vez sentado no chão do Nation, a Pomba Babado Forte sobrevoou inúmeras casas e festas do início do mundinho: “Disco Fever, Circus, Ursa Maior…fui na inauguração do Samantha Santa e a ideia da Noite das facas Ginzu foi minha” afirma, convicta “a mola de caderno no pescoço também” completa. Figura carimbada, confessa que seu maior orgulho era ser considerado a nata da Nação Hells “tinha até a tatuagem do logo, mas cobri com essa manga oldschool, tava denunciando minha idade, neeeeam?” ri. Sobre as mágoas do passado, rebate “Fui do clã Hidalgos e detestava os Trash Minas, mas tomei um E num after na casa do Mau Mau e me entendi com todos.” Apesar de saudosista, a Pomba Babado não esquece os dramas: “Uma hora você tava na pista fervendo, na outra tava na delegacia, baixando a calcinha e agachando tres vezes…affe, ninguem merece. Maior torta de climão”. Hoje em dia, a Pomba Babado Forte vive da fama que fez e da ideia mítica de ser um personagem vital da cena noturna “só não publica minha idade, vai? #chatiada”.Nome: Riccky…ele responde, baixinhoUma marca: ZappingUm lugar: o backstage dos desfiles da Escola de DivinosUma banda: Que Fim Levou o Robin?Confissão: beijei o Ser numa Almondega no MassivoUma frase: Luuuuuuuuuuuuuuuuuuuuxo

POMBA BABADO FORTE
(Pombus Alternativus)

Essa molecada não sabe de nada! Vai no Gloria, HotHot…pffff…balada mesmo era sair do Sra. Krawitz as oito da manhã…e eu ainda voltava com o modelón intacto pra casa, na Saúde”. Esta encantadora espécie atravessou diversas gerações e, entre pistas e profissões como hostess, modelo, stylist e dj, é testemunha e sobrevivente do desenvolvimento da fauna paulistana. Encontrado pela primeira vez sentado no chão do Nation, a Pomba Babado Forte sobrevoou inúmeras casas e festas do início do mundinho: “Disco Fever, Circus, Ursa Maior…fui na inauguração do Samantha Santa e a ideia da Noite das facas Ginzu foi minha” afirma, convicta “a mola de caderno no pescoço também” completa.

Figura carimbada, confessa que seu maior orgulho era ser considerado a nata da Nação Hells “tinha até a tatuagem do logo, mas cobri com essa manga oldschool, tava denunciando minha idade, neeeeam?” ri. Sobre as mágoas do passado, rebate “Fui do clã Hidalgos e detestava os Trash Minas, mas tomei um E num after na casa do Mau Mau e me entendi com todos.” Apesar de saudosista, a Pomba Babado não esquece os dramas: “Uma hora você tava na pista fervendo, na outra tava na delegacia, baixando a calcinha e agachando tres vezes…affe, ninguem merece. Maior torta de climão”. Hoje em dia, a Pomba Babado Forte vive da fama que fez e da ideia mítica de ser um personagem vital da cena noturna “só não publica minha idade, vai? #chatiada”.

Nome: Riccky…ele responde, baixinho
Uma marca: Zapping
Um lugar: o backstage dos desfiles da Escola de Divinos
Uma banda: Que Fim Levou o Robin?
Confissão: beijei o Ser numa Almondega no Massivo
Uma frase: Luuuuuuuuuuuuuuuuuuuuxo

POMBA APPLE
(Pombus silicius)

E agora: branco ou preto?…I’m at Apple Store (New York - NY)….Acho que vou pedir pra minha mãe trazer um iPhone 5 do Brasil. Impossível achar aqui. Viver fora do Brasil são dois alívios: não ter que passar pela Rodoviária de Cumbica e não ser assaltado. Nem preciso mais de seguro pro meu iPhone, porque eu acho essencial poder usar o iPhone onde eu for, a hora que eu quiser. O seguro me dá essa proteção. Quer dizer…dava, né? Aqui é outro mundo. Só preciso me preocupar com a fila da Apple e com furacões. Mas confesso que meu maior receio com relação ao furacão Sandy era ficar sem energia elétrica/bateria e sem internet…risos…aff, reiniciando o iPhone pra ver se aparece atualização do Facebook e Foursquare. A que ponto chegamos! Vou mudar pro Android, lá bug é feature… aliás, Android é celular de quem coloca video de musica no YouTube com a cena descrevendo a letra, rsrsrsrs …A maneira como a tela do iPhone estilhaça é linda! Se já tivesse comprado o 5 ficaria com esse só pela diversão…mas e agora: branco ou preto?

Nome: Octavio Oliveira
Profissão: CEO na empresa www.octaviooliveira.com
Orgulho: tenho 221gb livres
Ídolo: Depois do Jobs? Silvio Rizzo, claro.
Restaurante: Casa Nero